Pai artista para todos!

Tutty Vasques

18 Outubro 2013 | 06h47

ilustração pojucanDistraídos pelo acalorado debate sobre a demarcação das fronteiras legais entre o direito à privacidade e a liberdade de expressão, os artistas – ô, raça! – não se deram conta de que outro projeto de lei em tramitação no Congresso pode tirar deles de vez o controle sobre a própria biografia.

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou dia desses texto que garante a toda mulher, aí incluídas as malucas, o direito de registrar seus filhos em cartório com a paternidade que lhe der na telha, restando depois ao suposto pai recorrer à Justiça para provar que nem conhece a mãe da criança.

Capaz até de virar moda botar sobrenome de celebridades na certidão de nascimento dos filhos: Maicon Buarque de Hollanda, João Caetano Veloso, Djavan Junior, imagine uma centena pelo menos de cada por todo o Brasil!

Ainda que, na maioria dos casos, a paternidade seja só homenagem de fãs, se eu fosse artista procurava saber melhor que diabos de projeto de lei é esse!