Papa & Pepe

Tutty Vasques

03 Outubro 2013 | 00h03

ilustração pojucanAinda que muita gente sensível por aí não vá se recuperar tão cedo da decepção com o resultado prático do discurso humanista que levou Barack Obama à Casa Branca, nem tudo está perdido para quem ainda quer acreditar que o homem é capaz de cuidar da vida com saber crítico, sem precisar vender a alma ao diabo.

Sobrevivem no tsunami das más notícias globais de todo santo dia o que dizem aqui e ali o papa Francisco e o presidente do Uruguai, José Pepe Mujica.

Não é nada, não é nada, não é todo dia que a gente esbarra por aí com um pontífice criticando a obsessão da Igreja por temas como o aborto e a homossexualidade ou um presidente sul-americano advertindo na ONU que a civilização está indo “contra a liberdade que supõe ter tempo para viver as relações humanas, as únicas que transcendem: o amor, a amizade, aventura, solidariedade, família”

Tanto o papa quanto o Pepe não vão mudar nada com isso, mas também não criam falsas expectativas a respeito. Já basta o Obama!

Confira aqui a íntegra do discurso de Pepe Mujica na ONU!