Patrimônio carioca não pára de crescer

Patrimônio carioca não pára de crescer

Tutty Vasques

02 de janeiro de 2008 | 15h53

ilustração pojucan

Impressionado com o balanço do Réveillon nas praias do Rio, o prefeito César Maia já fala em tombar o funk e a música eletrônica.

Como se já não bastassem o samba, a bossa nova, a torcida do Flamengo…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: