Pelas barbas do profeta

Tutty Vasques

30 de junho de 2014 | 15h09

Karim Benzema respeitou o jejum religioso muçulmano contra a Nigéria, mas seu companheiro de equipe, Paul Pogba, também seguidor do islamismo, comeu a bola em pleno Ramadã e classificou a França para as quartas de final.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: