Peralá!

Peralá!

Tutty Vasques

07 de dezembro de 2008 | 18h37

ilustração pojucan

A perseguição preconceituosa ao escritor Paulo Coelho está chegando às raias do inaceitável.

Imagina que Fernando Morais, biógrafo do mago, foi detido dia desses no aeroporto de Madri sob a acusação de tráfico de drogas.

Aí também já é demais, né não?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: