Por qué no te callas?

Tutty Vasques

28 de outubro de 2009 | 06h18

Tem horas que o governador Roberto Requião lembra um pouco o Hugo Chávez ou, sei lá, o George Bush, talvez!

É coisa de estadista deste porte dizer num programa da TV Educativa que, se o câncer de mama é considerado hoje doença também masculina, “deve ser consequência dessas passeatas gays”.

O estilo é inconfundível!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.