Prefeito maluquinho 2

Tutty Vasques

08 de março de 2014 | 06h27

ilustração pojucanPrestes a entrar para a história como o prefeito que agregou montanhas de lixo à paisagem carioca, Eduardo Paes teve uma ideia: vai sugerir a todas as escolas de samba que em 2015 prestem homenagens ao Rio pelos 450 anos da cidade.

Deve ter pensado nisso já sob efeito do remedinho que seu médico decerto lhe prescreveu ao ler no ‘New York Times’ reportagem sobre o ‘forte estresse’ que estaria levando Paes a xingar e a atirar cinzeiros em despachos sobre a Copa e a Olimpíada.

O cara não está bem! Passou o carnaval meio escondido e, para não dizer que não atuou contra a crise municipal de limpeza urbana, multou a si próprio ao ser exposto em vídeo jogando lixo na rua.

O carioca precisa ter paciência! Segunda-feira volta o nó no trânsito decorrente da desconstrução da zona portuária e, prevê a meteorologia, hoje e amanhã vai chover o suficiente para transformar as montanhas de lixo em tsunami. Calma! Tem tarja preta pra isso também – consulte seu médico!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: