Prioridade bolivariana

Tutty Vasques

11 de março de 2014 | 10h25

Os cubanos do Mais Médicos estão apavorados!

Temem que, com a adesão de parte dos colegas venezuelanos aos protestos contra o governo Maduro, o Brasil acabe cedendo a Caracas a mão-de-obra que veio de Havana.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.