Pureza indestrutível

Pureza indestrutível

Tutty Vasques

07 de agosto de 2010 | 08h02

Jairo Goldflus/divulgação

Jairo Goldflus/divulgação

A cantora Sandy anda espalhando por aí que está praticando boxe e falando palavrão pra dedéu. Em vão! Pode até jurar que já cuspiu no chão e nem assim conseguirá convencer a todos de que não é mais virgem, estigma que a acompanha desde pequenininha e que, para fãs apaixonados, nem o casamento aplacou. É por isso que, na contramão de suas colegas de showbiz, a irmã do Júnior precisa fazer um esforço danado na mídia para dar uma descabelada na sua imagem de Barbie-Xororó.

         Na próxima segunda-feira, ela estreia novo passo importante nesse sentido, mordendo levemente a língua no canto da boca para quem cruzar com seu olhar safado nas bancas de revista. Sandy posou pra capa da Nova vestida para matar, em visual inspirado na garota de programa interpretada por Audrey Hepburn no filme Bonequinha de Luxo. “Vem comigo, vem!” – parece provocar o(a) leitor(a).

Fez tudo como manda o figurino da mulher fatal: caprichou no rimel e no batom, deixando braço, ombro e pescoço nus em sequência de arrepiar. Sabe que, se nem assim conseguir arranhar sua mística de debutante, só posando nua para a Playboy. Virar a melhor amiga da Preta Gil também pode ajudar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.