Que coisa!

Tutty Vasques

20 de junho de 2010 | 11h42

A festa do Dia dos Namorados na mansão de Lucília Diniz foi, mal comparando, uma espécie de reedição na era Dunga do réveillon de 1968 na casa de Heloísa Buarque de Hollanda.

No momento mais subversivo da festa, Latino cantou Ilariê, da Xuxa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.