Repara só!

Tutty Vasques

22 de dezembro de 2008 | 19h27

São Paulo entra em estado de atenção quando a água bate no joelho.

Só depois do umbigo justifica-se o estado de pânico.

A informação não é confirmada pelo Centro de Gerenciamento de Emergências.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: