Rogério expiatório

Tutty Vasques

22 de novembro de 2013 | 00h34

O torcedor do São Paulo pode botar na conta da chamada ‘maldição dos recordes do Rogério Ceni’ o vexame contra a Ponte Preta no Morumbi, justo na partida em que o goleiro se igualou à marca de Pelé pelo Santos como jogador que mais vezes (1.116) atuou por um mesmo clube brasileiro.

Depois do centésimo gol dele – lembra? –, o tricolor também amargou um fiasco atrás do outro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.