Sabe a OEA?

Tutty Vasques

09 Abril 2011 | 06h07

FDGJuízo de valor sobre a tal hidrelétrica de Belo Monte absolutamente à parte, o governo brasileiro está fazendo tempestade em copo d’água com o pedido da Organização dos Estados Americanos para que suspenda imediatamente a licitação das obras de construção da usina, no Pará. Volta e meia, a OEA também ordena o fechamento da prisão de Guantánamo, e a Casa Branca está pouco se lixando pra isso. Ninguém dá ouvidos à entidade! Neste particular, aliás, Cuba segue à risca os EUA!

O que não tira da OEA o direito de exigir, por exemplo, a restituição imediata de Manuel Zelaya à presidência de Honduras ou a devolução das ilhas Malvinas à Argentina. A Venezuela mantém um arquivo inteiro só com pedidos e condenações da Organização ao presidente Hugo Chávez. De vez em quando, um alto-funcionário da sede de Washington despacha um fax para o Haiti, determinando o fim da violência nas ruas de Porto Príncipe; ou para a Nicarágua, cobrando a retirada de tropas da fronteira com a Costa Rica. Já!

Justiça seja feita, a OEA leva sobre a ONU a vantagem de só andar meio desmoralizada nas Américas.