Sábios conselhos

Sábios conselhos

Tutty Vasques

06 de junho de 2008 | 10h47

ilustração pojucan

Antes de abrir a 1ª Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuiais e Travestis (GLBT), Lula foi aconselhado por assessores a não fazer uso da analogia do vidro de água benta, que já havia empregado para dizer o que acontece com a Amazônia.

O presidente podia ser mal interpretado na definição de “lugar onde todo mundo acha que pode meter o dedo”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: