Sai de baixo!

Tutty Vasques

19 Outubro 2011 | 06h07

ilustração pojucanQuer apostar quanto como, pra variar, vai ter prefeito dizendo que choveu demais da conta quando a água bater no umbigo do País? Todo ano é a mesma coisa: a natureza, invariavelmente, surpreende nossos administradores municipais com sua infalível previsibilidade tropical. Está aberta, como se aprende na escola, a temporada de chover baldes no Brasil!

O dilúvio de sempre nunca foi o fim do mundo, mas, desse jeito, um dia ele chega lá! Há séculos, as cidades brasileiras sofrem com inundações e, a despeito do tanto de água que passou debaixo dessa ponte, aí vem mais um verão sem piscinões, diques, calhas, muretas de proteção, nada disso.

Tudo que foi prometido para evitar as catástrofes do ano passado foi mais uma vez adiado para o ano que vem.
Isso quer dizer o seguinte: já está quase tudo pronto para as tragédias em série da estação.

Pense nisso quando o prefeito de sua cidade culpar a malvada da chuva pela sua incompetência em fazer a água escoar nos pontos de alagamento.

Convém, também, comprar galochas, capa impermeável, guarda-chuva, velas, lanterna…