Santo remédio

Tutty Vasques

01 de maio de 2013 | 00h02

João Havelange sabia exatamente o que estava fazendo quando renunciou à presidência de honra da Fifa, mas, desde então, pede a seus cuidadores para renunciar de oito em oito horas.

Aos 96 anos, convenhamos, não chega a ser preocupante.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.