São Pedro paga o pato

Tutty Vasques

23 Janeiro 2014 | 06h04

ilustração pojucanTinha trabalhador ontem fazendo as contas na longa espera por condução na Zona Leste: se, como pretende ação do Ministério Público, a Prefeitura de SP passar a indenizar vítimas de enchentes na cidade, no verão de 2015 talvez já dê até para a população ribeirinha do Aricanduva comprar uma casinha nos Jardins com o dinheiro da reparação de estragos decorrentes de alagamentos.

Tem gente por lá que perde tudo de enxurrada toda vez que chove em três horas o esperado para todo o mês, coisa que na região é quase tão comum quanto ônibus cheio, esgoto a céu aberto e falta de pediatra em unidade de saúde. A chuva, em geral, é só a gota d’água no pote de insalubridades das vítimas do descaso! O poder público deveria indenizá-las pelo conjunto da falta de obra.

Se for ressarcir no varejo até perda de automóvel submerso, como quer o MP, vai ter morador de Higienópolis – ô, raça! – empurrando o próprio carro velho pra dentro do Tietê em dia de pé d’água na Marginal.