Sem choro nem vela

Tutty Vasques

18 de março de 2010 | 17h07

Depois daquela surpreendente multidão debaixo de chuva para protestar no Rio contra a distribuição dos royalties do petróleo, um grupo de dissidentes cubanos tenta negociar com o governador Sérgio Cabral o repasse do know-how de mobilização da população contra essas e outras covardias.

Tem havido passeata de 30 pessoas em Havana.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: