Sem preconceitos

Tutty Vasques

24 de setembro de 2014 | 15h17

Papo de ponto de ônibus da Grande BH:

“Esse negócio de fundo soberano, francamente, é muito pessoal, sô! Cada um usa o seu como quiser, uai!”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: