Silêncio constrangedor

Tutty Vasques

10 de janeiro de 2008 | 19h38

A torcida contra Hugo Chávez é tão grande que sufocou as comemorações pela libertação das reféns das Farc.

Soou mundo afora como um gol do presidente venezuelano na casa do adversário.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.