Muito além do próprio nariz

Muito além do próprio nariz

Tutty Vasques

29 de fevereiro de 2008 | 18h49

reprodução

Fernando Collor de Mello ficou pela primeira vez do lado de Lula em briga do presidente com seu primo, Marco Aurélio Mello, minsitro do STF, presidente do Tribunal Superior Eleitoral e o escambau.

A razão é muito simples:

O ex-caçador de marajás também acha que não se deve meter o nariz nas coisas dos outros.

E não se fala mais nisso!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: