Taxa para ser loura

Tutty Vasques

23 Setembro 2011 | 06h59

reproduçãoPara não dar margem ao debate sobre luta de classes, como acontece agora nos EUA a propósito do pacote governamental que aumenta impostos para os americanos mais ricos, corre à boca pequena em Brasília a proposta de sobretaxar os louros de olhos claros a fim de garantir recursos para a Saúde.

Desconfiada de que tem dedo do Lula nisso, a oposição promete dar ao projeto o mesmo destino da nova CPMF, descartada de uma vez por todas da pauta da Câmara dos Deputados em votação na última quarta-feira.

Prevendo o pior, a base aliada do governo já trabalha para que não sejam poupadas do sacrifício ao menos as usuárias de produtos para clarear o cabelo no Brasil.
Estima-se no Congresso que existam pelo menos 20 milhões de louras dependentes de tintura no País. Gente que, agrupada, não constitui classe ou raça para gozar da proteção de lobbys ou de normas politicamente corretas de conduta social.

Nem as louras de verdade, que as responsabilizam pelo estigma da burrice, se mobilizariam para livrá-las da despesa. Enfim, se alguém tem que pagar a conta, vai acabar sobrando pra elas – repara só!