Tira, tira, tira!

Tutty Vasques

05 de julho de 2010 | 08h21

ilustração pojucan

ilustração pojucan

A decisão da musa paraguaia Larissa Riquelme de tirar a roupa para pagar promessa de uma graça não obtida – a frustrada classificação de seu país para as semifinais da Copa – abre um precedente perigoso no Mercosul.

O fantasma de Maradona pelado continua rondando o obelisco de Buenos Aires.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.