Traseiros grandes!

Tutty Vasques

06 de março de 2012 | 02h02

ilustração pojucanNada pessoal contra o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke! Toda vez que tentam – seja quem for – atingir o governo com pontapé no traseiro, o Palácio do Planalto manda soltar o Marco Aurélio Garcia, assessor especial da Presidência para bate-bocas internacionais.

“Esse cara é um vagabundo” – foi logo mostrando para o cartola francês que “infantil” é a mãe! Valcke, como se sabe, vinha dando uma surra verbal no ministro Aldo Rebelo, do Esporte, por conta do atraso nas obras para a Copa de 2014.

Só faltou chamar o velho comunista de “mariquinha” quando Aldo disse que não falaria mais com alguém tão “intempestivo”. Foi aí que o governo soltou o Marco Aurélio Garcia em Hannover, sob os holofotes da visita da presidente Dilma à Alemanha, para morder o “boquirroto” na frente de todo mundo.

“O interlocutor da Fifa está riscado!” – filosofou em alemão. Em bom português, quis dizer que o cara que ameaçou chutar o traseiro da turma que cuida da organização da Copa no Brasil está ferrado, lascado, perdido, top, top, top, uh!

Enfim, virou briga de traseiros grandes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.