Último a saber

Tutty Vasques

12 de dezembro de 2009 | 00h03

Celso Amorim vive tomando sustos, daí, imagina-se, aquele seu cabelinho arrepiado.

Esta semana, por exemplo, o chanceler chegou a pensar que Manuel Zelaya já estivesse no México quando foi informado de que ele permaneceria na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, onde, aliás, se instalou há quase três meses sem que o ministro soubesse de sua chegada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.