Vai que…

Tutty Vasques

04 Maio 2013 | 00h02

Não ficou muito claro para ninguém em Brasília que tipo de serviço o mordomo de Renan Calheiros andou prestando em março ao presidente do Senado para merecer salário de R$ 18,2 mil (R$ 2,7 mil só em horas extras).

Será que foi uma daquelas coisas que o dinheiro não compra? Aí tem!