Vice é o…!

Tutty Vasques

03 de março de 2010 | 09h17

reprodução

reprodução

Aécio Neves não é mais nenhum garoto. Fará 50 anos de hoje a uma semana e os primeiros sinais de crise da meia-idade já se manifestam visivelmente na absoluta falta de vontade política de ser vice do José Serra. Sabe quando não bate desejo? E o que o governador já tomou de cantada para ao menos experimentar, francamente, chega a ser constrangedor o tanto de vezes que o obrigaram a dizer em público que não está a fim, “obrigado”. Corre o risco de, amanhã, ao final da celebração de gala dos 100 anos de Tancredo Neves, ele alegar dor de cabeça e sair de fininho da festa, antes que recomecem os assédios de sempre.

A oposição está chegando em romaria a Belo Horizonte para seduzi-lo ao sacrifício, mas, se insistir naquela conversa fiada da tal “chapa puro-sangue” dos sonhos de FHC, convenhamos, pode ir tirando o pangaré da chuva e, sem perda de tempo, começar a procurar candidato a vice-presidente no DEM. Lá está cheio de cinquentão que ainda topa qualquer parada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: