A batalha dos campeões paralímpicos

A batalha dos campeões paralímpicos

Documentário 'Paratodos' mostra a rotina e o esforço dos atletas. Filme será lançado em junho. Primeiro trailer já saiu.

Luiz Alexandre Souza Ventura

13 Abril 2016 | 11h04

———-

O documentário ‘Paratodos’, do cineasta Marcelo Mesquita, estreia no dia 2 de junho, com sessões simultâneas em cinemas e escolas de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Ceará. São histórias de campeões paralímpicos, suas rotinas e conquistas, e também seu conflitos pessoais.

A ideia surgiu em 2012, durante os Jogos Paralímpicos de Londres, quando Mesquita viu na TV a prova de atletismo e a histórica vitória de Alan Fonteles sobre o favorito ao ouro nos 200m, o sul-africano Oscar Pistorius.

Após pesquisar e juntar imagens, o cineasta levou o projeto ao Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). As filmagens começaram em 2013, com a produtora Sala 12 Filmes, no Mundial de Atletismo Paralímpico em Lyon, na França, e depois ao Mundial de Natação Paralímpica em Montreal, no Canadá.

Descrição da imagem: o corredor Alan Fonteles exibe a bandeira do Brasil. Ele usa nas pernas a prótese com lâminas. Ao fundo, o estádio olímpico de Londres.

Ideia surgiu com a vitória de Alan Fonteles em 2012 (Divulgação)

O filme foi montado em quatro partes: atletismo, natação, futebol de 5, e a história do canoísta Fernando Fernandes (clique aqui para acessar a entrevista do atleta ao blog Vencer Limites).

No total, foram quatro anos de filmagens em seis países, com mais de 10 dos principais para-atletas brasileiros. “No universo paralímpico, se superar não é uma opção ou gesto de heroísmo, é somente o ponto de partida”. diz a sinopse.

Descrição da imagens: Montagem com duas fotos. Na direita, uma mulher beija uma medalha. Na esquerda, um jogador do futebol de 5.

Filme mostra quatro modalidades (Divulgação)

———-

Mais conteúdo sobre:

Paralímpicos