Apaes de SP vão à Alesp pedir manutenção do Convênio da Educação

Apaes de SP vão à Alesp pedir manutenção do Convênio da Educação

Parceria com o governo paulista beneficia mais de 20 mil estudantes com deficiência intelectual em 258 instituições. Associações pedem reajuste do repasse por aluno, que não é atualizado desde 2014.

Luiz Alexandre Souza Ventura

23 Novembro 2016 | 14h00

Imagem: Divulgação - Facebook.com/Apaesp

Imagem: Divulgação – Facebook.com/Apaesp

Representantes de ao menos 200 Apaes SP estão na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) nesta quarta-feira, 23, para reivindicar e sensibilizar autoridades do governo paulista sobre a manutenção do Convênio da Educação, firmado entre a Secretaria de Estado da Educação e as associações. A mobilização começou às 14h.

A parceria beneficia atualmente mais de 20 mil alunos com deficiência intelectual de 258 Apaes em todo o Estado.

Desde o segundo semestre de 2015, a Federação das APAES do Estado de São Paulo (FEAPAES-SP), que representa 305 instituições, participou de 21 reuniões com o secretário da Educação, José Renato Nalini, para aperfeiçoar pontos da parceria em 2017 e reivindicar o aumento do valor por aluno, que não é atualizado desde 2014.

FEAPAESSP_ALESP_BLOGVENCERLIMITES_23NOV2016

A Federação também busca a flexibilização dos requisitos técnicos deste convênio. “Formação de salas, contratação de profissionais e outros itens causam um ônus desproporcional para as nossas filiadas, chegando a uma contra partida financeira de mais de 50%” Cristiany de Castro, presidente da FEAPAES-SP.

Para a Federação, é preocupante o cenário frente à inflação. “O convênio tem importância singular para toda a rede. Sem esse recurso, as Apaes não terão condições econômicas de manter seus serviços”, diz a presidente.

Acompanhe o blog Vencer Limites nas redes sociais

Mais conteúdo sobre:

EducaçãoAlespApae de SPFEAPAES-SP