Aplicativo usa Libras para conectar cidadão surdo a serviços públicos

Aplicativo usa Libras para conectar cidadão surdo a serviços públicos

Nesta semana comemoramos duas datas especiais para pessoas surdas. Em São Paulo, lançamento de app celebra a contribuição da tecnologia para a inclusão. Software funciona em smartphones, tablets e computadores.

Luiz Alexandre Souza Ventura

26 de setembro de 2016 | 12h56

Celebramos nesta segunda-feira, 26, o Dia Nacional do Surdo e, na sexta-feira, 30, o Dia Internacional do Surdo. Duas datas criadas para defender a inclusão e a garantia de direitos, além de provocar a reflexão sobre conquistas e dificuldades.

Para marcar a duas datas, a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo, por meio da Central de Interpretação de Libras, lançou o SMPED-CIL, aplicativo gratuito para smartphones, tablets e computadores que coloca a pessoa surda em contato direto, em tempo real, com um intérprete da Língua Brasileira de Sinais.

O aplicativo funciona por vídeo. O cidadão faz sua solicitação e o intérprete de Libras traduz o pedido para a língua portuguesa diretamente a um atendente de qualquer serviço público.

Para instalar o SMPED-CIL, acesse www.l1brasil.com.br e clique em ‘Instale no PC com Windows’. Para smartphones e tablets, há versões para Android (clique aqui) e iOS (clique aqui). O usuário faz um cadastro simples para criar login e senha.

A capital paulista tem 120 mil cidadãos com deficiência auditiva severa ou surdez. Em setembro 2015, a prefeitura inaugurou a Central de Interpretação de Libras (CIL), que apoia pessoas surdas em qualquer atendimento, preferencialmente em órgãos públicos.

Além do app, a CIL faz atendimentos presenciais, quando o cidadão solicita um intérprete no local que irá visitar ou diretamente na sede da central, que fica na Rua Libero Badaró, nº 425, na região centra da cidade.

Mais conteúdo sobre:

SurdoDeficiência AuditivaLibras