Articulação nacional publica manifesto pelos direitos das pessoas com deficiência

Articulação nacional publica manifesto pelos direitos das pessoas com deficiência

Movimento pede monitoramento da Convenção da ONU no Brasil, regulamentação da LBI, defesa da Lei de Cotas, ampliação do BPC, implementação da avaliação biopsicossocial e a redução dos riscos da pandemia sobre a população com deficiência.

Luiz Alexandre Souza Ventura

28 de setembro de 2020 | 10h23

Ouça essa reportagem com Audima no player acima, acione a tradução do texto em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda ou acompanhe o vídeo no final da matéria produzido pela Helpvox com a interpretação na Língua Brasileira de Sinais.


Descrição da imagem #pracegover: Logotipo do Movimento Articulação Nacional pelos Direitos da Pessoa com Deficiência, com fundo branco, composto pelo contorno em preto do mapa do Brasil no lado esquerdo. Dentro do mapa, o símbolo de acessibilidade universal da ONU que tem o desenho estilizado de uma pessoa em preto com a cabeça, mãos e pés azuis dentro de um círculo. Os braços e as pernas estão abertos, pés e mãos tocam nas bordas do círculo. O título do movimento está à direita em azul e preto. Crédito: Reprodução.


Um movimento de articulação nacional formado por mais de 30 instituições públicas e privadas, além de ao menos 100 pessoas que atuam no setor, publicou um manifesto pela defesa dos direitos das pessoas com deficiência no Brasil.

Na publicação, o movimento pede monitoramento da implementação da Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência no Brasil, promoção e regulamentação da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (n° 13.146/2015), defesa da Lei de Cotas (n° 8.213/1991), ampliação do Benefício de Prestação Continuada (BPC), a implementação da avaliação biopsicossocial da deficiência, que está prevista na LBI, além da redução dos riscos da pandemia sobre a população com deficiência.

“O movimento tem como objetivo colocar definitivamente as pessoas com deficiência como prioritárias na agenda política nacional”, diz o manifesto.

“Neste momento de pandemia, de crise, quando direitos duramente conquistados nas últimas décadas estão sofrendo ameaças de retrocesso, estamos juntos para protegê-los, valorizá-los e divulgá-los, no sentido de garantir uma sociedade mais justa e inclusiva para as pessoas com deficiência”, destaca a publicação.

Quem quisar saber mais sobre o movimento e também fazer parte da articulação pode entrar em contato pelo email cid@torquato.org.



REPORTAGEM COMPLETA EM LIBRAS (EM GRAVAÇÃO)
Vídeo produzido pela Helpvox com a versão da reportagem na Língua Brasileira de Sinais gravada pelo intérprete e tradutor Gabriel Finamore.


Para receber as reportagens do #blogVencerLimites no Whatsapp, mande ‘VENCER LIMITES’ para +5511976116558 e inclua o número nos seus contatos. Se quiser receber no Telegram, acesse t.me/blogVencerLimites.

blogVencerLimites@gmail.com
Facebook.com/VencerLimites
Twitter.com/VencerLimitesBR
Instagram.com/blogVencerLimites



Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: