Atletas feridos na Maratona de Boston testam próteses

Atletas feridos na Maratona de Boston testam próteses

Luiz Alexandre Souza Ventura

07 Outubro 2013 | 13h58

Curta Facebook.com/VencerLimites
Siga @LexVentura
Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com
O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência

Um evento realizado neste domingo, 6, na área de atletismo da Universidade Harvard, em Boston (EUA), reuniu pessoas que ficaram feridas e tiveram membros amputados após o atentado cometido em abril deste ano durante a Maratona de Boston. Dezenas de amputados correram com pernas protéticas. A ação foi organizada pela Challenged Athletes Foundation (CAF) e pela Össur, empresa de sistemas de ortopedia.

Todos os corredores foram acompanhados por fisioterapeutas. Os paratletas aprenderam como melhorar velocidade e equilíbrio, ampliar as funções das próteses e correr em diversas direções, entre outras tecnicas específicas.

Atentado – As explosões de duas bombas no dia 15 de abril, perto da linha de chegada da Maratona de Boston, mataram duas pessoas e deixaram dezenas de feridos. Os irmãos americanos de origem chechena Dzhokhar e Tamerlan Tsarnaev, de 19 e 26 anos, foram acusados de planejar e executar o atentado. Tamerlan morreu em tiroteio com a polícia no subúrbio de Boston e Dzhokhar está preso.

Com informações da AP e do Boston Herald.