Carnaval de São Paulo com audiodescrição ao vivo no Facebook

Carnaval de São Paulo com audiodescrição ao vivo no Facebook

Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência vai transmitir desfiles do grupo especial, que começam nesta sexta-feira, 9. Recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual descreve imagens, expressões faciais, figurinos, cenários, mudança de espaço/tempo e qualquer informação escrita. Também haverá audiodescrição e interpretação em Libras para quem acompanhar as escolas pessoalmente no Sambódromo do Anhembi.

Luiz Alexandre Souza Ventura

09 Fevereiro 2018 | 10h23

IMAGEM 01: Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência vai transmitir desfiles do grupo especial, que começam nesta sexta-feira, 9. Recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual descreve imagens, expressões faciais, figurinos, cenários, mudança de espaço/tempo e qualquer informação escrita. Também haverá audiodescrição e interpretação em Libras para quem acompanhar as escolas pessoalmente no Sambódromo do Anhembi (CRÉDITO DA FOTO: DIVULGAÇÃO). Legenda para cego ver: Homem está em pé e entrega equipamentos de audiodescrição para pessoas cegas. Casal que recebe os dispositivos veste lenço colorido na cabeça.

IMAGEM 01: Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência vai transmitir desfiles do grupo especial, que começam nesta sexta-feira, 9. Recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual descreve imagens, expressões faciais, figurinos, cenários, mudança de espaço/tempo e qualquer informação escrita. Também haverá audiodescrição e interpretação em Libras para quem acompanhar as escolas pessoalmente no Sambódromo do Anhembi (CRÉDITO DA FOTO: DIVULGAÇÃO). Legenda para cego ver: Homem está em pé e entrega equipamentos de audiodescrição para pessoas cegas. Casal que recebe os dispositivos veste lenço colorido na cabeça.


Os desfiles do grupo especial do Carnaval de São Paulo, que começam nesta sexta-feira, 9, terão transmissão ao vivo pelo Facebook, na página da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo (SMPED), com audiodescrição.

O recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual descreve imagens, expressões faciais, figurinos, cenários, mudança de espaço e tempo e qualquer informação escrita. Especialista da DKS Eventos vão utilizar uma cabine instalada no Sambódromo do Anhembi. Acompanhe no www.facebook.com/smpedsp.

Nesta sexta-feira desfilam Independente (23h15), Unidos do Peruche (0h20), Acadêmicos do Tucuruvi (1h15), Mancha Verde (2h30), Acadêmicos do Tatuapé (3h35), Rosas de Ouro (4h40) e Tom Maior (5h45).

No sábado, 10, a segunda etapa começa com X-9 Paulistana (22h30), depois tem Império de Casa Verde (23h35), Mocidade Alegre (0h40), Vai-Vai (1h45), Gaviões da Fiel (2h50), Dragões da Real (3h55) e Unidos de Vila Maria (5h).

IMAGEM 02: Acompanhe os sambas do grupo especial de São Paulo com interpretação na Língua Brasileira de Sinais. Projeto também vai levar audiodescrição aos desfiles do Anhembi. Sambódromo tem áreas reservadas para pessoas com deficiência, que podem usar transporte gratuito pelo serviço Atende (Crédito da foto: Reprodução). Imagem para cego ver: Cartaz colorido, com luzes ao fundo, tem a frase 'Samba com as mãos', acompanhada do desenho de uma máscara, o símbolo de Libras e o número 2018.

IMAGEM 02: Acompanhe os sambas do grupo especial de São Paulo com interpretação na Língua Brasileira de Sinais. Projeto também vai levar audiodescrição aos desfiles do Anhembi. Sambódromo tem áreas reservadas para pessoas com deficiência, que podem usar transporte gratuito pelo serviço Atende (Crédito da foto: Reprodução). Imagem para cego ver: Cartaz colorido, com luzes ao fundo, tem a frase ‘Samba com as mãos’, acompanhada do desenho de uma máscara, o símbolo de Libras e o número 2018.


A segunda edição do projeto ‘Carnaval Acessível’ – organizado pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), São Paulo Turismo (SPTuris) e Liga SP – vai levar audiodescrição também para quem acompanhar os desfiles do grupo especial no Anhembi, além de interpretação dos sambas na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Um grupo de 50 pessoas participa das atividades no Espaço da Cidade, entre cidadãos surdos ou com deficiência visual, intérpretes de Libras e integrantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD-SP).

O Sambódromo do Anhembi tem áreas reservadas para pessoas com deficiência em todos os setores, com 70 lugares para cadeirantes e mais 70 para acompanhantes.

A Prefeitura oferece transporte gratuito para pessoas com deficiência em vans do serviço Atende+ nas estações Barra Funda e Tietê do Metrô, além de estacionamento no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Os sambas das 12 escolas do grupo especial de São Paulo traduzidos em Libras estão publicados no canal da SMPED no Youtube. Confira ?


Acadêmicos do Tatuapé ?


Acadêmicos do Tucuruvi ?


Mancha Verde ?


Independente ?


Império da Casa Verde ?


Dragões da Real ?


Rosas de Ouro ?


Gaviões da Fiel ?


Mocidade Alegre ?


Unidos de Vila Maria ?


Tom Maior ?


Peruche ?


Quer receber as notícias do #blogVencerLimites pelo WhatsApp? Adicione (11) 97611-6558 aos contatos e mande a frase 'VencerLimitesWhatsApp'

Quer receber as notícias do #blogVencerLimites pelo WhatsApp? Adicione (11) 97611-6558 aos contatos e mande a frase ‘VencerLimitesWhatsApp’


Mande mensagem, crítica ou sugestão para blogVencerLimites@gmail.com

Acompanhe o #blogVencerLimites nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram LinkedIn Google+ YouTube