Dell cria game para conscientizar sobre a importância da acessibilidade digital

Dell cria game para conscientizar sobre a importância da acessibilidade digital

'Empathy Wal' chama a atenção de empresas e desenvolvedores para a construção de websites inclusivos. Jogo usa solução criada pela Dell para tornar qualquer webpage acessível e mostra como pessoas cegas ou com baixa visão navegam pela internet.

Luiz Alexandre Souza Ventura

23 de março de 2021 | 11h33

Use 26 recursos de acessibilidade digital com a solução da EqualWeb clicando no ícone redondo e flutuante à direita, ouça o texto completo com Audima no player acima, acione a tradução em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda ou acompanhe o vídeo no final da matéria produzido pela Helpvox com a interpretação na Língua Brasileira de Sinais.


Desenho de abertura do game Empathy Wal. Uma mulher e um homem estão usando computadores. A mulher está com um fone de ouvido e sorri, olhando para a tela. O homem está com fone de ouvido e óculos escuros, tem os braços levantados em posição de comemoração. No centro da imagem, um troféu dourado com o número um. Crédito: Reprodução.

Descrição da imagem #pracegover: Desenho de abertura do game Empathy Wal. Uma mulher e um homem estão usando computadores. A mulher está com um fone de ouvido e sorri, olhando para a tela. O homem está com fone de ouvido e óculos escuros, tem os braços levantados em posição de comemoração. No centro da imagem, um troféu dourado com o número um. Crédito: Reprodução.


As necessidades de pessoas cegas ou com baixa visão durante a navegação pela internet são o tema do game Empathy Wal, desenvolvido pelo Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Dell Technologies no Brasil (LEAD).

O jogo funciona exclusivamente em notebooks ou computadores desktop. Foi criado para mostrar de que maneira os recursos de acessibilidade digital são fundamentais e também para conscientizar desenvolvedores e empresas sobre a importância de construir websites verdadeiramente inclusivos e com possibilidade de uso integral por todas as pessoas.

O jogador tem de vencer barreiras de navegação, como o tamanho dos elementos em tela, pouco contraste entre as cores de fundo e o texto, atualização automática da página – o que atrapalha o software leitor de tela -, ausência de audiodescrição ou texto alternativo nas imagens e ainda sons que tocam sem parar e dificultam a navegação por áudio.

Os recursos de acessibilidade do game são fornecidos pela Website Accessibility Layer (WAL), ferramenta que o LEAD desenvolveu no ano passado para tornar webpages acessíveis a pessoas com deficiência visual, inclusive daltonismo e dislexia, com mais de 20 recursos, como mudança de cores, contrastes e fontes do texto.

Unidades da Dell em sete países da América Latina usam a ferramenta WAL, inclusive o Brasil. A solução nasceu em um momento importante e garantiu apoio aos colaboradores que estão em home office durante o período de distanciamento social imposto pela pandemia de covid-19.

A Dell mantém constantes investimentos em tecnologias assistivas. Na fábrica de Hortolândia, no interior de SP, que o #blogVencerLimites visitou para a produção de uma reportagem especial, 20% dos 700 funcionários são pessoas com deficiência. É a unidade líder da empresa em práticas inclusivas, no Brasil e no mundo.


REPORTAGEM COMPLETA EM LIBRAS (EM GRAVAÇÃO)
Vídeo produzido por Helpvox com a versão da reportagem na Língua Brasileira de Sinais pela tradutora e intérprete Milena Silva.


Para receber as reportagens do #blogVencerLimites no Telegram, acesse t.me/blogVencerLimites.



Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.