TIM lança emoticons para pessoas com deficiência visual

TIM lança emoticons para pessoas com deficiência visual

Batizadas de 'Emoti Sounds', figuras têm áudio real que apresentam ao usuário a verdadeira emoção do ícone usado. Projeto foi idealizado pela agência Artplan e desenvolvido com colaboração do Instituto Benjamin Constant.

Luiz Alexandre Souza Ventura

22 de fevereiro de 2016 | 16h11

Acesse: www.emotisounds.com. Imagem: Reprodução

Acesse: www.emotisounds.com. Imagem: Reprodução

———-

Pessoas cegas ou com deficiência visual navegam pela internet, usam as redes sociais e conversam pelo computador, smartphone e tablets, com a ajuda de aplicativos específicos, que transformam o texto em áudio. É a inclusão verdadeira, amplamente difundida.

Mas há um detalhe que incomoda, principalmente quando surgem na tela os emiticons, aquelas figuras que representam uma emoção e complementam a conversa.

Para quem usa softwares de acessibilidade, a audiodescrição ‘Emoticon Coração, Emoticon Coração, Emoticon Coração’ ou ‘Emoticon Olho Piscando com a Língua para Fora, Emoticon Olho Piscando com a Língua para Fora, Emoticon Olho Piscando com a Língua para Fora’ chega a ser irritante, principalmente quando usado muitas vezes em sequência e, desta forma, repetido em áudio na mesma quantidade.

Por isso, a TIM lançou os ‘Emoti Sounds’, um projeto pioneiro de leitura de 66 emoticons, com a representação real em áudio da emoção, e não apenas descrevendo a figura. O resultado desse trabalho, idealizado pela agência Artplan e desenvolvido com colaboração do Instituto Benjamin Constant, é sensacional. Acompanhe no vídeo abaixo.

Como funciona – O plugin é gratuito. Está disponível para leitura em português e inglês. Pode ser usado por qualquer pessoa que utilize o NVDA (browser para pessoas com deficiência visual). Basta instalar, através da área de ‘Add On’ do NVDA ou no site www.emotisounds.com.

“O projeto compreende todas as diretrizes que o instituto valoriza, alinhando acessibilidade, inclusão e cidadania. Participamos da iniciativa ‘testando’ os sons e sugerindo algumas modificações. Os jovens com deficiência visual, que hoje já se comunicam através de muitos instrumentos, vão se sentir igualados por meio desta nova leitura com os emoticons sonoros”, diz Maria da Gloria Almeida, assessora da direção geral do Instituto Benjamin Constant.

“Para quem não tem deficiência visual, parece um projeto simples, mas ele humaniza uma ideia, porque a emoção não afeta apenas a determinados grupos de pessoas, atinge a todos os homens”, diz a executiva.

A ação faz parte da Live TIM, com o conceito ‘Dá Pra Ser Assim’. Segundo Livia Marquez, diretora de advertising & brand management da TIM Brasil, a ideia é que ultrapassar o foco somente no produto. “Queremos tornar tangível à população, com um projeto de acessibilidade e inclusão relevante, e esperamos contribuir para que pessoas com deficiência visual estejam ainda mais conectados em seu dia a dia”, explica.

“É uma nova forma de comunicação, socialmente relevante e acessível, e que promove uma mudança na vida das pessoas. Nesse projeto, a qualidade do trabalho foi artesanal e indispensável”, ressalta Rodolfo Medina, presidente da Artplan.

———-

Tudo o que sabemos sobre:

Deficiência Visual

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: