Empresas brasileiras recebem prêmio na ONU por ações inclusivas

Empresas brasileiras recebem prêmio na ONU por ações inclusivas

Premiação por boas práticas para trabalhadores com deficiência, promovida pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, foi entregue na sede da Organização das Nações Unidas, em Nova York. Entre as 25 companhias reconhecidas, 15 são brasileiras. Lista tem ainda organizações de Espanha, Romênia, Costa Rica, Colômbia, México, Chile e Tailândia.

Luiz Alexandre Souza Ventura

09 Dezembro 2016 | 10h50

PREMIO_ONU_SEDPCD_09DEZ2016_BLOGVENCERLIMITES

Empresas brasileiras e internacionais receberam no último dia 2 de dezembro, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York (EUA), o prêmio ‘Reconhecimento Global – Boas Práticas para Trabalhadores com Deficiência’, promovido pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo.

Uma publicação da secretaria paulista (em espanhol, inglês e português) vai detalhar as práticas e experiências de todas as empresas.

Entre as 25 companhias premiadas, 15 são brasileiras: Accenture Brasil, Banco do Brasil, Caterpillar Brasil, Cushman & Wakefield, Eletrobrás Eletrosul Centrais Elétricas, Enel do Brasil, EY Brasil, Itaú Unibanco Holding IBM Brasil, JLL Brasil, Monsanto do Brasil, Natura, Odebrecht Agroindustrial, Sebrae, Senac e Serasa Experian.

Também foram agraciadas a Fundación Tacal (Chile), Colcafe (Colômbia), Grupo Posso (Colômbia), Servioptica (Colômbia), Serviços de Consultoría do Occidente (Costa Rica), Grupo Siro (Espanha), Ilunion (Espanha), Fundación Teletón (México), TVR Cluj (Romênia) e Krungthai (Tailândia).

A meta do prêmio é dar visibilidade internacional às ações inclusivas para profissionais com deficiência no ambiente corporativo, provocar a reflexão sobre o acesso de pessoas com deficiência ao mercado de trabalho, além de estimular empresas nacionais e internacionais, públicas ou privadas, a aperfeiçoarem seus programas relacionados à diversidade.

A cerimônia de entrega também celebrou os dez anos da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. E a secretária Linamara Rizzo Battistella recebeu um prêmio da United Nations Department for Economic and Social Affairs (UNDESA) e da Global Initiative for Inclusive ICTs (G3ict), por seu trabalho pela promoção dos direitos das pessoas com deficiência no Estado de São Paulo e no Brasil.

Acompanhe o blog Vencer Limites nas redes sociais