Equipe paulista vence a Surdolimpíada Nacional

Equipe paulista vence a Surdolimpíada Nacional

Competição bateu recorde de participantes, com mais de 800 atletas em 15 modalidades. Evento organizado pela Confederação Brasileira de Desporto de Surdos é preparativo para os Jogos Olímpicos de Verão para Surdos, que serão disputados no Brasil em 2022.

Luiz Alexandre Souza Ventura

08 de dezembro de 2021 | 11h08

Equipe da Federação de São Paulo comemora a vitória na Surdolimpíada Nacional. Grupo exibe o troféu da competição e balança a bandeira do time.

Federação de São Paulo conquistou 42 medalhas. Foto: Marcelo Deck / Divulgação.


A Federação de São Paulo é a vencedora da Surdolimpíada Nacional 2021, terceira edição do evento organizado pela Confederação Brasileira de Desporto de Surdos (CBDS), com as provas deste ano disputadas na cidade de São José dos Campos, no interior paulista, entre os dias 4 e 7 de dezembro.

O resultado final da competição, a maior do calendário desportivo para surdos no Brasil, foi confirmado nesta quarta-feira, 8.

A equipe paulista conquistou 42 medalhas, sendo 24 de ouro, 11 de prata e 7 de bronze. A Federação do Rio de Janeiro ficou na segunda colocação, com 9 medalhas de ouros, 5 de prata e 6 de bronze (total de 20). E a Federação do Rio Grande do Sul garantiu a terceira posição, com 22 medalhas, sendo 8 de ouro, 7 de prata e 7 de bronze.

A Surdolimpíada Nacional tem patrocínio das Loterias Caixa, do governo federal, por meio do Ministério da Cidadania e da Secretaria Especial do Esporte, e da Helpvox.

É um preparativo para convocação das seleções brasileiras para a 24ª edição dos Jogos Olímpicos de Verão para Surdos, que serão disputados no Brasil, na cidade de Caxias do Sul (RS), em 2022.

Neste ano, a Prefeitura de São José dos Campos ofereceu a logística.


Mascote da Surdolimpíada Nacional agradece em Libras.

Surdolimpíada Nacional tem patrocínio das Loterias Caixa e do governo federal, por meio do Ministério da Cidadania e da Secretaria Especial do Esporte. Foto: Marcelo Deck / Divulgação.


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.