Estudantes disputam prêmios com soluções para pessoas com deficiência

Estudantes disputam prêmios com soluções para pessoas com deficiência

Aplicativo para ajudar na alimentação de crianças com autismo, dispositivo para orientação de pessoas com deficiência visual, mecanismo que gera energia para cadeiras de rodas e prótese microcontrolada para segurança no trabalho estão na Feira de Ciências do Colégio Dante Alighieri, em São Paulo. Evento reúne 130 trabalhos de alunos de escolas públicas e particulares de todo o País. Projeto são avaliados por representantes de USP, UNESP, FAAP, ESPM, Unicamp, Hospital Sírio Libanês e outros profissionais. Público pode votar pela internet. Vencedores recebem certificações para participar de olimpíadas científicas internacionais.

Luiz Alexandre Souza Ventura

13 de setembro de 2019 | 12h20


Ouça essa reportagem com Audima no player acima ou acompanhe a tradução em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda.


Descrição da imagem #pracegover: Montagem com três fotos dos estudantes que que criaram soluções para pessoas com deficiência para a FeNaDante. Crédito: Divulgação / Colégio Dante Alighieri.


Quatro projetos voltados a pessoas com deficiência disputam os prêmios da 1ª FeNaDante, a Feira Nacional de Ciência e Tecnologia Dante Alighieri, organizada pelo Colégio Dante Alighieri, em São Paulo. Além de troféu e medalha, os vencedores recebem certificações para participar de olimpíadas científicas internacionais realizadas no Brasil em 2020, como a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE) e a Expo Nacional MILSET Brasil.

O evento reúne 130 trabalhos na áreas de Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciências Humanas, Ciências Sociais e Aplicadas, Ciências Exatas, Engenharia, Saúde e Tecnologia. São 65 projetos de alunos do programa de pré-iniciação científica Cientista Aprendiz, do Colégio Dante Alighieri, e 65 de outras escolas públicas e privadas de todo o Brasil

Os trabalhos são apresentados para mestres e doutores de USP, UNESP, FAAP, ESPM, Unicamp, Hospital Sírio Libanês e outros profissionais. O público pode votar pela internet, na página do Colégio Dante Alighieri no Facebook. Os vencedores serão apresentados neste sábado, 14.

Estão na disputa um aplicativo para ajudar na alimentação de crianças com autismo, um dispositivo para orientação de pessoas com deficiência visual, um mecanismo que gera energia para cadeiras de rodas e uma prótese microcontrolada para segurança no trabalho.


FeNaDANTE – VOTAÇÃO POPULARLEIA AS REGRAS!Participe da 1ª edição da Feira Nacional de Ciência e Tecnologia Dante…

Publicado por Colégio Dante Alighieri em Quinta-feira, 12 de setembro de 2019


Projeto (nº 95): Quebrando obstáculos para melhorar a alimentação de crianças com o Transtorno do Espectro Autista (TEA)
Autora: Natália Kauffman Zolnerkevic – 9º ano – Colégio Dante Alighieri
– Aplicativo com atividades lúdicas para a própria criança montar seu cardápio, com possibilidade de cheirar, tocar e provar a comida. Tem a função de alertar os pais sobre quais alimentos agradam, além de gerar bem-estar às crianças e destacar o que elas realmente desejam comer.

Projeto (nº 81): Olhar na Escuridão (dispositivo ecolocalizador de orientação espacial para pessoas com deficiência visual)
Autores: João Hossepian Hojaij (9º ano – Colégio Dante Alighieri) e Mariana De Viglio Trindade (3º ano – Colégio Dante Alighieri)
– Luva ecolocalizadora com dispositivo que sinaliza distâncias e áreas dos objetos por meio de um padrão de vibração.

Projeto (nº 85): Gerador piezoelétrico para cadeiras de rodas
Autor: Diogo Cuono Alves Pereira (Colégio Dante Alighieri)
– Alternativa a cadeiras de rodas motorizadas, projeto tem mecanimo de piezoeletricidade que gera energia elétrica com movimento mecânico (Piezein, de origem grega, significa apertar ou pressionar).

Projeto (nº 48): Friday (prótese microcontrolada)
Autor: Thiago Costa Moreira (3ª ano E.E.E.P AVELINO MAGALHÃES – Tabuleiro do Norte / Ceará)
– Prótese microcontrolada de baixo custo que funciona como um equipamento de proteção individual (E.P.I) para evitar acidentes de trabalho. É produzida com materiais resistentes e tem controle por bluetooth, Wifi, sensor de voz, luva espelho e ou sensor EMG (eletromiográfico). Usa linguagem C++. Tem variações para ajudar membros superiores com limitações de movimentos (Friday EXO) e para membros inferiores (Tuesday), além de uma impressora 3D (Batou) para fabricar as próteses.

SERVIÇO:
Evento: Mostra FeNaDante
Data: de 11 a 14 de setembro
Visitação: quinta-feira (12) e sexta-feira (13) – 14h às 20h
Local: Colégio Dante Alighieri
Endereço: Alameda Jaú, nº 1061, Jardim Paulistano, São Paulo/SP

Para receber nossas notícias direto em seu smartphone, basta incluir o número (11) 97611-6558 nos contatos e mandar a frase ‘VencerLimites’ pelo Whatsapp. VencerLimites.com.br é um espaço de notícias sobre o universo das pessoas com deficiência integrado ao portal Estadão. Nosso conteúdo também está acessível em Libras, com a solução Hand Talk, e áudio, com a ferramenta Audima. Todas as informações publicadas no blog, nas nossas redes sociais e enviadas pelo Whatsapp são verdadeiras, produzidas e divulgadas após checagem e comprovação. Compartilhe apenas informação de qualidade e jamais fortaleça as ‘fake news’. Se tiver dúvidas, verifique.


Mande mensagem, crítica ou sugestão para blogVencerLimites@gmail.com

Acompanhe o #blogVencerLimites nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram LinkedIn YouTube


Tendências: