Incluir Brincando

Incluir Brincando

Luiz Alexandre Souza Ventura

25 Março 2014 | 13h17

Curta Facebook.com/VencerLimites
Siga @LexVentura
Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com
O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência

Imagem: Divulgação

Brincadeira de criança, com deficiência ou não, é coisa séria, garantida no Art. 31 da Convenção sobre os Direitos da Criança, no Art. 217 da Constituição Federal e nos artigos 4 e 16 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Por isso, TV Cultura e Sesame Workshop se uniram à Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual (Laramara) e à Iguale Comunicação de Acessibilidade para tornar totalmente acessível o projeto Incluir Brincando, criado em 2012 para defender o direito de brincar a todas as crianças, respeitando ritmo e individualidade de cada uma.

A partir dessa união, começou no dia 17 de março uma campanha transmídia durante a programação infantil da TV Cultura e da TV Rá Tim Bum!, na internet e nas redes sociais, com vídeos promocionais, episódios especiais, jogos digitais, atividades para imprimir, artigos e chamadas para ações online. A Iguale desenvolveu tradução e interpretação em Libras, legendagem (Closed Caption) e audiodescrição. Fez também um audiobook com audiodescrição dos materiais gráficos do projeto.

Nos episódios especiais, protagonizadas pelos personagens da Vila Sésamo, Garibaldo e Bel recebem Sivan, uma convidada que usa uma cadeira de rodas e veio diretamente da Vila Sésamo de Israel. A participação de Sivan, que tem sete anos, reforça a ideia de que toda criança tem o direito de brincar, inclusive aquelas que têm deficiência.

Educadores – Em parceria com as secretarias municipais de Educação de Paraty (RJ), Marechal Deodoro e Barra de São Miguel (AL), foram elaborados conteúdos para o desenvolvimento integral das crianças. Segundo os organizadores do projeto, até junho de 2014 serão formados cerca de 200 participantes, entre professores de educação infantil, coordenadores pedagógicos, diretores de escolas e representantes da sociedade civil.

Também faz parta do trabalho a Coleção Incluir Brincando, que tem acesso gratuito e versões para pessoas com deficiência visual.

Mais conteúdo sobre:

AcessibilidadeInclusãoVila Sésamo