Jeep quer liderar vendas de carros para pessoas com deficiência no Brasil

Jeep quer liderar vendas de carros para pessoas com deficiência no Brasil

Montadora lançou versão do Renegade, com câmbio automático e motor 1.8, ao preço de R$ 69.990, dentro da faixa para isenção de ICMS e IPI. Empresa aposta neste segmento de mercado que cresceu aproximadamente 20% em 2015.

Luiz Alexandre Souza Ventura

01 de março de 2016 | 11h23

Jeep lança Renegade para pessoas com deficiência (clique aqui). Imagem: Reprodução

Jeep lança Renegade para pessoas com deficiência (clique aqui). Imagem: Reprodução

O lançamento do Renegade, com motor 1.8 e câmbio automático, ao preço de R$ 69.990, é a aposta do grupo FCA – Fiat Chrysler Automóveis para alcançar a liderança nas vendas de carros para pessoas com deficiência no País. Atualmente, a posição é da Honda, que vendeu 15.737 unidades no ano passado.

Em entrevista ao blog Vencer Limites, o diretor de vendas diretas do grupo FCA, Fábio Meira Jr., explica porque a montadora decidiu investir neste segmento. “É um mercado que vem crescendo a cada ano e é muito importante não só para a Jeep, mas para todo o grupo”, diz Meira Jr.

“Consideramos importante oferecer um produto atualíssimo também para pessoas com deficiência. Por ser compacto e fabricado no Brasil, o Renegade é o único veículo da marca Jeep que permitiu a criação dessa versão. Os outros modelos são maiores, importados dos Estados Unidos, e estão numa faixa de preço superior”, afirma o executivo.

Documento

  • Projeto original do veículo não foi alterado (clique aqui). Imagem: Reprodução   PDF

Projeto original do veículo não foi alterado

Documento

. Imagem: Reprodução

De acordo com o diretor, não houve nenhuma alteração no projeto original do veículo. “O Renegade já tem boa acessibilidade por causa do ponto H (altura do quadril do motorista, quando ele está sentado, em relação ao solo), além do ajuste de altura do banco do motorista, que é item de série”, ressalta.

No grupo FCA, o atendimento a pessoas com deficiência é feito pelo departamento de vendas diretas. E, conforme o diretor, a maior parte das concessionárias dispõe de vendedores com treinamento específico para lidar com esse público. E a marca Fiat tem o ‘Autonomy’, um programa destinado às pessoas com deficiência que oferecendo produtos e serviços especialmente desenvolvidos.

Saiba mais – A lei nº 8.989, de 24 de fevereiro de 1995, concede isenção de ICMS (Convênio 38), IPI (Instrução Normativa 988 da Receita Federal) e IOF, além de isenção do recolhimento de IPVA em alguns estados, benefícios que se estendem a pessoas com deficiência condutoras ou não, a familiares e responsáveis legais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: