Libras, legendas e audiodescrição no ‘Festival Varilux de Cinema Francês’

Libras, legendas e audiodescrição no ‘Festival Varilux de Cinema Francês’

Evento realizado em 50 cidades brasileiras vai até o dia 22 de junho. Recursos de acessibilidade são produzidos pela Iguale e liberados por meio do MovieReading para sessões da animação 'Abril e o mundo extraordinário'.

Luiz Alexandre Souza Ventura

11 de junho de 2016 | 10h25

Descrição da imagem #PraCegoVer: a imagem é de uma das cenas do filme “Abril e o mundo extraordinário”. Nela, a jovem Abril levanta com as duas mãos, um pouco acima da sua cabeça, um gato. A impressão é que eles se olham. Ela, um tanto admirada, e o bichano com um sorriso de quem gosta da brincadeira. Abril tem o cabelo curto, liso e preto. A sua pele é clara. Ela veste uma camisa vermelha de manga longa. Já o gato, bicolor, tem pelos pretos na parte superior e parte das patas traseiras, e brancos na parte inferior, como barriga, patas dianteiras e na face.

Animação ‘Abril e o mundo extraordinário’ tem recursos de acessibilidade. Imagem: Divulgação

———-

Amantes do cinema francês têm a oportunidade de acompanhar até o dia 22 de junho o ‘Festival Varilux’, evento realizado simultaneamente em 50 cidades brasileiras. Entre as 15 produções inéditas de destaque está a animação ‘Abril e o mundo extraordinário’, que tem recursos de acessibilidade em todas as sessões, como Libras, legendas e audiodescrição, produzidas pela Iguale e liberadas por meio do aplicativo MovieReading.

O filme tem classificação livre e, por esse motivo, recebeu os recursos acessíveis. O download do MovieReading é gratuito para iOS e Android, e pode ser usado em tablets e smartphones. Após instalar, o usuário baixa o arquivo referente ao recurso de acessibilidade que precisa para assistir ao filme em tempo real. No caso da audiodescrição é necessário ter fones de ouvido conectados ao aparelho.

Dirigida por Franck Ekinci e Christian Desmares, a animação aborda um mundo radicalmente diferente daquele descrito e conhecido pela história. Napoleão V reina na França, onde, assim como no resto do mundo, há 70 anos os cientistas estão desaparecendo misteriosamente. O universo francês é mergulhado numa era pré-industrial, centrada no uso do carvão, onde não há rádio, televisão, eletricidade, aviação, motor à combustão. É nesse mundo estranho que a jovem Abril parte em busca de seus pais, cientistas desaparecidos, em companhia de Darwin, seu gato falante, e de Julius, jovem vigarista das ruas. Esse trio deverá enfrentar os perigos e os mistérios desse mundo extraordinário. Quem sequestrou os cientistas no passado? Que finalidade sinistra há por trás desse desaparecimento?

A programação completa do ‘Festival Varilux de Cinema Francês 2016’ está na página www.variluxcinefrances.com.

———-

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.