Microsoft lança Soundscape e Seeing AI em português para iOS

Microsoft lança Soundscape e Seeing AI em português para iOS

Soluções gratuitas de acessibilidade para pessoas com deficiência visual fazem parte da lista de ferrametas com inteligência artificial da empresa. Iniciativa tem participação da Fundação Dorina Nowill. Não há previsão para versões Android.

Luiz Alexandre Souza Ventura

20 de outubro de 2020 | 17h45

Use 26 recursos de acessibilidade digital com a solução da EqualWeb clicando no ícone redondo e flutuante, ouça o texto completo com Audima no player acima, acione a tradução em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda ou acompanhe o vídeo no final da matéria produzido pela Helpvox com a interpretação na Língua Brasileira de Sinais.


Foto do engenheiro Saqib Shaikh, criador da solução Seeing AI, da Microsoft. Ele é moreno, tem cabelo pretos e curtos, está sorrindo e segura um iPhone com a mão direita. Cego, tem uma bengala na mão esquerda. Crédito: Reprodução.

Descrição da imagem #pracegover: Foto do engenheiro Saqib Shaikh, criador da solução Seeing AI, da Microsoft. Ele é moreno, tem cabelo pretos e curtos, está sorrindo e segura um iPhone com a mão direita. Cego, tem uma bengala na mão esquerda. Crédito: Reprodução.


A Microsoft lançou nesta terça-feira, 20, as versões em língua portuguesa para smartphones iOS (Apple) do Soundscape e do Seeing AI, duas soluções gratuitas de inteligência artificial para ampliar a acessibilidade a pessoas com deficiência visual. As ferramentas foram testadas e avaliadas pela Fundação Dorina Nowill para Cegos. A iniciativa faz parte do plano Microsoft Mais Brasil.

Soundscape é uma ferramenta de localização que usa áudio em três dimensões (3D), por meio de um fone de ouvido de realidade aumentada, para auxiliar o usuário a encontrar prédios, restaurantes, cinemas, lojas e qualquer outro local que estiver cadastrado, inclusive dentro de shoppings centers ou outros edifícios. Quando é instalada, a solução já chega alimentada com informações do OpenStreetMap, mapa de código aberto, e do Bing Maps.

“O Soundscape descreve o que está em volta, limpa as informações e emite o áudio espacial, ou tridimensional. É uma mistura de mapas com 3D. Ele indica os locais marcados, sem orientar o caminho, porque os usuários preferem não receber instruções em excesso, para manter o controle da situação”, explica Henrique Malvar, engenheiro brasileiro da equipe de pesquisas da Microsoft nos Estados Unidos. “O usuário marca seus locais com ‘faróis’ e, ao se aproximar, escuta um sinal de alerta”, diz Malvar.

De acordo com o engenheiro, a precisão da localização depende da conexão com o GPS, mas o aplicativo atua para corrigir eventuais erros. Além disso, para não gerar conflito com outras soluções, o Soundscape não aciona o leitor de tela, que pode continuar funcionando no dispositivo.

“O usuário pode registrar os locais e incluir alertas de aproximação, inclusive com cadastro de prioridades. Os dados coletados e analisados permanecem anônimos”, garante Malvar.

A ferramenta Seeing AI descreve objetos, conteúdos e elementos que são colocados em frente à câmera do smartphone. Transcreve textos curtos, documentos, produtos e identifica cédulas de dinheiro. A versão em português reconhece as notas de Real (R$). O aplicativo também está disponível em inglês, italiano, turco, holandês, alemão, francês, japonês e espanhol.

Designe inclusivo – “O time enable pensa primeiro nas pessoas com deficiência e depois nas pessoas sem deficiência”, diz Henrique Malvar. “Estamos investindo US$ 5 milhões por ano, durante cinco anos, num total de US$ 25 milhões, em AI for Accessibility (Inteligência Artificial para Acessibilidade)”, destaca o especialista da Microsoft.

Segundo a empresa, a equipe de desenvolvimento analisa a possibilidade de liberar versões dos aplicativos para o sistema operacional Android (Google), mas sem previsão de lançamento.



Vídeo produzido pela Helpvox com a versão da reportagem na Língua Brasileira de Sinais.

Para receber as reportagens do #blogVencerLimites no Whatsapp, mande ‘VENCER LIMITES’ para +5511976116558 e inclua o número nos seus contatos. Se quiser receber no Telegram, acesse t.me/blogVencerLimites.



Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.