Mulheres com deficiência na Erótika Fair

Mulheres com deficiência na Erótika Fair

ONG Essas Mulheres participa do evento, em São Paulo, para mostrar que a sexualidade da pessoa com deficiência não é um tabu.

Luiz Alexandre Souza Ventura

22 de março de 2016 | 16h50

Feira é realizada entre os dias 1 e 3 de abril, em São Paulo (Divulgação)

Feira é realizada entre os dias 1 e 3 de abril, em São Paulo (Divulgação)

A ONG Essas Mulheres vai levar para seu estande na Erótika Fair, maior feira de erotismo da América Latina, informações e esclarecimentos sobre a sexualidade da pessoa com deficiência.

“Sexo é muito mais do que o ato em si. Sexualidade está diretamente ligada com o desenvolvimento da afetividade, e à capacidade de entrar em contato consigo mesmo e com o outro”, diz a presidente da ONG, Marcia Gori. “A sexualidade da pessoa com deficiência não é nenhum tabu”, diz.

Quem visitar o espaço da Essas Mulheres no evento, realizado entre os dias 1 e 3 de abril, no Pro Magno, em São Paulo, terá a oportunidade de esclarecer dúvidas e conhecer mais o trabalho desenvolvido pela organização para mulheres com deficiência.

No local também haverá a exposição fotográfica ‘Além das Convenções’, de Kica de Castro, que mostra mulheres com deficiência em nu artístico, revelando o lado sensual que existe em cada uma dessas mulheres.

A ONG vende ingressos individuais para a feira, com preço promocional de R$ 30,00, em sua página na internet. Acesse: www.essasmulheres.org

Na edição de 2016 da Erótica Fair, pessoas com deficiência e quem tiver mais de 65 anos não pagam entrada. Atenção, a idade mínima para poder conhecer a feira é 18 anos.

Tudo o que sabemos sobre:

Sexualidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: