“Políticas públicas para a população surda estão longe da realidade”

“Políticas públicas para a população surda estão longe da realidade”

Ricardo Guimarães, advogado e um dos colaboradores da Semana da Acessibilidade Surda, iniciativa com várias atividades na cidade de São Paulo, entre 20 e 30 de setembro, fala ao #blogVencerLimites sobre as barreiras para pessoas surdas no mercado de trabalho e a falta de entendimento do poder público sobre as reais demandas da comunidade surda. "Mesmo com a primeira-dama e a secretária nacional defendendo a causa, há muito que precisa ser feito".

Luiz Alexandre Souza Ventura

19 de setembro de 2019 | 16h16


Ouça essa reportagem com Audima no player acima ou acompanhe a tradução em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda.


Descrição da imagem #pracegover: Quatro pessoas, duas mulheres e dois homens, fazem diferentes sinais em Libras e vestem a camiseta da Semana da Acessibilidade Surda, que é branca e tem uma logomarca azul com a hashtag #surdoehquemfala. Ao fundo, uma loja da rede Rei do Mate. Crédito: Divulgação / Encaso Comunicação.


“As políticas públicas voltadas para a população surda não estão adequadas às reais necessidades dessa população. Em outras palavras, essas políticas públicas existem, mas a realidade é outra.”, afirma o advogado Ricardo Guimarães, colaborador e participante da I Semana da Acessibilidade Surda (SAS), que começa nesta sexta-feira, 20, e vai até o dia 30, com diversas atividades na cidade de São Paulo (consulte a programação completa).

“Existe, por exemplo, uma exigência no momento da contratação da pessoa surda, assim como de outras pessoas com deficiência, mas os empregadores ainda precisam entender melhor essas necessidades, caso a caso, oferendo condições para realmente incluir a pessoa com deficiência”, diz o especialista.

“Mesmo com a primeira-dama (Michelle Bolsonaro) e a secretária nacional (Priscilla Gaspar, que é surda) defendendo a causa, há muito que precisa ser feito”, destaca Guimarães.


Descrição da imagem #pracegover: Imagem oficial da Semana da Acessibilidade Surda com vários frames de pessoas fazendo diferentes sinais em Libras. Crédito: Reprodução / semanadacessibilidadesurda.com.br.


A Semana da Acessibilidade Surda foi criada para incentivar empresas e prestadores de serviços a entenderem a importância do atendimento acessível aos surdos, proporcionando autonomia e comunicação facilitada.

“O projeto quer ampliar o olhar da população para com os surdos”, diz Millena Machado, idealizadora da campanha. “Igualmente importante será observar a interação entre ouvintes e surdos durante as ações, que vão reforçar a Libras (Língua Brasileira de Sinais) como segundo idioma oficial em nosso País, ressalta.

COMO SERÁ – Representantes oficiais da campanha #surdoehquemfala formam grupos de profissionais que levam informação para ouvintes. O grupo é chamado de ‘Trio da Empatia’, composto por intérprete de Libras, fonoaudiólogo e uma pessoa surda, oralizada ou sinalizada.

Esse trio vai auxiliar estabelecimentos comerciais a receberem surdos de forma amigável e comunicativa e também a abordar de forma envolvente os ouvintes. Além de ensinar sinais básicos de Libras para atendentes, orientam sobre como facilitar a leitura labial.

Ações de prevenção sobre perda auditiva vão medir com um decibelímetro (real ou por APP) o som que sai dos smartphones de pessoas ouvintes, destacando os limites de exposição a ruídos, conforme dados de duas tabelas, de um audiograma e de informações sobre saúde ocupacional (Nioshi).


Descrição da imagem #pracegover: Antônio Carlos Nasraui, CEO do Rei do Mate, tem 52 anos, cabels curtos e escuros, olhos escuros, está sorrindo e olhando para a câmera. Veste camisa branca e calça jeans. Está com o braço direito apoiado no balcão de uma das unidades de sua rede. Crédito: Divulgação.


Uma das atividades centrais da será feita na quinta-feira, 26 de setembro, na unidade do Rei do Mate que fica na Avenida Paulista, nº 2.001. Quem usar a Língua Brasileira de Sinais para se comunicar com os atendentes terá 50% de desconto em qualquer pedido.

A meta é conscientizar a população sobre a importância do atendimento e da comunicação em Libras. “A Semana da Acessibilidade Surda e um avanço entre as iniciativas que têm sido realizadas para os surdos”, observa Antônio Carlos Nasraui, CEO do Rei do Mate.



Para receber nossas notícias direto em seu smartphone, basta incluir o número (11) 97611-6558 nos contatos e mandar a frase ‘VencerLimites’ pelo Whatsapp. VencerLimites.com.br é um espaço de notícias sobre o universo das pessoas com deficiência integrado ao portal Estadão. Nosso conteúdo também está acessível em Libras, com a solução Hand Talk, e áudio, com a ferramenta Audima. Todas as informações publicadas no blog, nas nossas redes sociais e enviadas pelo Whatsapp são verdadeiras, produzidas e divulgadas após checagem e comprovação. Compartilhe apenas informação de qualidade e jamais fortaleça as ‘fake news’. Se tiver dúvidas, verifique.


Mande mensagem, crítica ou sugestão para blogVencerLimites@gmail.com

Acompanhe o #blogVencerLimites nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram LinkedIn YouTube


Tendências: