Professora é presa nos EUA após agredir estudante com deficiência

Professora é presa nos EUA após agredir estudante com deficiência

Mulher de 71 anos foi flagrada por câmera de escola no Estado da Georgia dando joelhada nas costas da criança.

Luiz Alexandre Souza Ventura

28 de março de 2016 | 10h35

———-

Uma professora de 71 anos que trabalhava com educação especial em uma escola da cidade de Tifton, no Estado da Georgia (EUA), foi presa na semana passada, acusada de crueldade contra uma criança com deficiência.

Amelia Stripling, docente aposentada, foi flagrada por uma câmera de segurança da Tift County Schools. A professora era funcionária na instituição há 20 anos e pediu demissão após o incidente. Ela foi liberada depois prestar depoimento na delegacia e vai responder ao processo em liberdade.

O vídeo, gravado no último dia 17 de março, mostra o menino na porta de uma sala de aula. A professora de aproxima por um corredor e dá uma joelhada para força a criança a entrar. O impacto joga o aluno contra o chão e ele ainda bate o rosto no solo.

O caso é investigado pela divisão da família e de atendimento a crianças da polícia local. A mãe do menino agredido, Sarah Patterson, já contratou um advogado. O garoto, que está na pré-escola, não sofreu ferimentos graves.

———-

Tudo o que sabemos sobre:

Violência

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: