Projeto de educação inclusiva libera acesso gratuito a materiais pedagógicos

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Projeto de educação inclusiva libera acesso gratuito a materiais pedagógicos

CONTEÚDO ABERTO PARA NÃO-ASSINANTES: Meta é ajudar a enfrentar a quarentena imposta pela pandemia do coronavírus. Conjunto de atividades é aplicado há três anos na rede municipal de São Paulo. Conteúdo têm recursos de acessibilidade, vídeos em Libras e arquivos com transcrição em braille, tradução em espanhol, inglês e francês, além de um guia e uma lista de sugestões práticas. Todas as atividades podem desenvolvidas por crianças com e sem deficiência.

Luiz Alexandre Souza Ventura

03 de abril de 2020 | 12h50


Ouça essa reportagem com Audima no player acima ou acompanhe a tradução em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda.


Descrição da imagem #pracegover: Um grupo de crianças com e sem deficiência está sentado em roda, brincando com fichas do ‘Cardápio para Todos’. Em cada ficha há uma foto de um alimento, seu nome em língua portuguesa e seu sinal em Libras. No centro, uma menina com síndrome de Down está sentada com as pernas cruzadas, usa um adereço de asas cor de rosa e tem uma pilha de fichas no colo. No canto superior direito da foto, um menino, também sentado, olha a menina enquanto mostra uma ficha do cardápio. Crédito: Divulgação.


Um pacote de materiais pedagógicos inclusivos usado há três anos na rede municipal de São Paulo foi liberado para download gratuito nesta semana. São atividades do ‘Projeto Brincar’, desenvolvido em conjunto pela Mais Diferenças, Fundação Grupo Volkswagen e a Secretaria Municipal de Educação (SME). A meta da iniciativa é ajudar a enfrentar a quarentena imposta pela pandemia do coronavírus.

A iniciativa tem três temas: ‘Cardápio para Todos’, ‘Brincando com Poesias’ e ‘Pintura à Flor da Pele’. Todas as atividades podem desenvolvidas por crianças com e sem deficiência. É só baixar, imprimir e usar (clique aqui).

O ‘Cardápio para Todos’ tem 60 nomes de alimentos, com recursos de acessibilidade, além de fichas para imprimir e um vídeo. O material segue os princípios do Desenho Universal, apresenta a imagem do alimento, seu sinal na em Libras, a Língua Brasileira de Sinais, além do nome em língua portuguesa, com contraste e fonte ampliada. Há também quatro arquivos com a transcrição em braille e as traduções em espanhol, francês e inglês, além de um guia em PDF com sugestões de atividades e brincadeiras.

O ‘Brincando com Poesias’ reúne poemas em audiovisual acessível e também em arquivo PDF acessível. Na lista estão ‘O Nome das Coisas’, ‘Dúvida de passarinho, ‘Ai, que frrrrrrrrio!’ e ‘PoisÉ…’. Todos estão publicados no livro ‘A Poesia das Coisas’ (Editora SESI-SP), de Silvana Tavano, que tem ilustrações de Adriana Fernandes. Essa atividade tem ainda um guia de brincadeiras.

Em ‘Pinturas à Flor da Pele’, a proposta é transformar os espaços com plástico filme e tinta. O material traz um guia com inspirações e sugestões de práticas pedagógicas e brincadeiras que podem ser feitas em diferentes locais e suportes.

Para receber nossas notícias direto em seu smartphone, basta incluir o número (11) 97611-6558 nos contatos e mandar a frase ‘VencerLimites’ pelo Whatsapp. VencerLimites.com.br é um espaço de notícias sobre o universo das pessoas com deficiência integrado ao portal Estadão. Nosso conteúdo também está acessível em Libras, com a solução Hand Talk, e áudio, com a ferramenta Audima. Todas as informações publicadas no blog, nas nossas redes sociais e enviadas pelo Whatsapp são verdadeiras, produzidas e divulgadas após checagem e comprovação. Compartilhe apenas informação de qualidade e jamais fortaleça as ‘fake news’. Se tiver dúvidas, verifique.


Mande mensagem, crítica ou sugestão para blogVencerLimites@gmail.com

Acompanhe o #blogVencerLimites nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram LinkedIn YouTube


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: