Tecnologia de acessibilidade digital presente em dez mil sites no mundo chega ao Brasil

Tecnologia de acessibilidade digital presente em dez mil sites no mundo chega ao Brasil

EqualWeb, de origem israelense, tem 26 recursos que ficam na nuvem e são acionados pelo usuário por um único botão, sem afetar aparência, desempenho ou segurança do website. Segundo a empresa, a solução já tornou 100 milhões de páginas acessíveis.

Luiz Alexandre Souza Ventura

11 de setembro de 2020 | 12h16


ABERTURA EM LIBRAS (EM GRAVAÇÃO)


Ouça essa reportagem com Audima no player acima, acione a tradução do texto em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda ou acompanhe o vídeo no final da matéria produzido pela Helpvox com a interpretação na Língua Brasileira de Sinais.


Descrição da imagem #pracegover: Na tela de um smartphone, a home page brasileira da empresa EqualWeb, com destaque para o botão no lado esquerdo para acionar a solução. Crédito: blog Vencer Limites.


Chegou recentemente ao Brasil a tecnologia de acessibilidade digital EqualWeb, de origem israelense, presente em mais de dez mil sites no mundo. No total, segundo a empresa, a solução já tornou acessíveis aproximadamente 100 milhões de páginas.

A ferramenta tem 26 recursos, como ajuste de leitor de tela, navegação por teclado e navegação numérica, bloqueio de intermitência de brilho, comando de voz, dicionário Webster para palavras em inglês, leitor de texto, customização de cor para fundo de tela, para cabeçalhos e também para conteúdo, contraste de brilho claro e escuro, função monocromática, ajuste de tamanho de fonte, de espaço de linhas e de espaçamento entre palavras, ampliação do cursor nas cores branca e preta, zoom de tela, fonte legível, descrição de imagem, links e cabeçalhos destacados, modo de leitura, lupa e teclado virtual.

“É a solução de acessibilidade para web mais rápida, prática, completa e eficiente do mercado, sem desenvolver um único código ou alterar o código-fonte. Sem afetar aparência, desempenho, latência ou segurança do site. E também sem nenhum efeito sobre funcionalidade, design, exibição de   informações ou conteúdo do site” afirma Andrea Schwarz, direitora da EqualWeb no Brasil.

“Nosso valor é super acessível, no modelo Saas, software as a service (quando o fornecedor se responsabiliza por toda a estrutura e o cliente usa o sistema pela internet)”, diz Andrea.

A implementação da solução é feita com a inclusão de uma pequena linha de código de programação, um script, no website. Quando instalada, é acionada por meio de um ícone flutuante, que abre a lista de recursos. É um formato que permite atualizações contínuas.


Descrição da imagem #pracegover: Na tela de um smartphone, a home page brasileira da empresa EqualWeb, com o menu de recursos de acessibilidade aberto. Crédito: blog Vencer Limites.


O sistema, diz a EqualWeb, é compatível com vários navegadores, incluindo Edge, Chrome, Firefox, Safari e Opera, em dispositivos móveis ou desktop. E torna acessíveis até formulários de contato e de registro no site.

“Mais de 60 milhões de brasileiros têm alguma necessidade específica para acessar a web e tornar um site acessível promove forte impacto social com a inclusão dessas pessoas”, comenta a diretora.

“A acessibilidade digital melhora o SEO (Search Engine Optimization) – posição nos resultados dos sistemas de busca na internet, como Google e Bing -, fortalece a da marca, gera ganho institucional e aumenta o valor agregado para a empresa, além de estar em conformidade com a Lei Brasileira de Inclusão e com as normas internacionais de acessibilidade digital”, explica Andrea.

A empresa oferece suporte em português, inglês, espanhol, russo, alemão, francês, italiano, holandês, tcheco, turco, chinês, árabe e hebraico.

Entre as páginas brasileiras que implementaram a EqualWeb estão o Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM), a empresa de consultoria internacional BIP, a agência de estratégia e marketing digital WSI Singularity, também a WSI Consultoria e a WSI Franquia, além da iigual, empresa especializada na inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Nos Estados Unidos, na Europa e em Israel, a lista de websites com acessibilidade digital pela pela EqualWeb tem bhphotovideo.com, www.decathlon.co.il/iw/, zara.com, zarahome.com, www.nba.com/heat/home, bershka.com, www.aaarena.com, pullandbear.com, www.nutella.com/il/en/, massimoduti.com, www.cartersoshkosh.co.il/, order.mcdonalds.co.il, avis.com, budget.com, stradivarius.com, shoedazzle.com, moschino.com, savagex.com, swandolphin.com, msg.com, nutella.com, rangers.nhl.com, knicks.nba.com, rocketters.com, ifbbank.com, brownells.com, phase-eight.com, hobbs.com, whistles.com e swellbottle.com.


REPORTAGEM COMPLETA EM LIBRAS (EM GRAVAÇÃO)
Vídeo produzido pela Helpvox com a versão da reportagem na Língua Brasileira de Sinais gravada pelo intérprete e tradutor Gabriel Finamore.


Para receber as reportagens do #blogVencerLimites no Whatsapp, mande ‘VENCER LIMITES’ para +5511976116558 e inclua o número nos seus contatos. Se quiser receber no Telegram, acesse t.me/blogVencerLimites.

VencerLimites.com.br é um espaço de notícias sobre o universo das pessoas com deficiência integrado ao portal Estadão.
Nosso conteúdo também está acessível em áudio, com a ferramenta Audima, e em Libras, com a solução Hand Talk para tradução do texto e vídeo gravado pela Helpvox com interpretação da matéria completa.

Todas as informações publicadas no blog, nas nossas redes sociais, enviadas pelo Whatsapp ou Telegram são produzidas e publicadas após checagem e comprovação. Compartilhe apenas informação de qualidade e jamais fortaleça as ‘fake news’. Se tiver dúvidas, verifique.

Mande mensagem, crítica ou sugestão para blogVencerLimites@gmail.com. E acompanhe o #blogVencerLimites nas redes sociais:
Facebook.com/VencerLimites
Twitter.com/VencerLimitesBR
Instagram.com/blogVencerLimites


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: