Uberlândia une forças para ampliar a inclusão no trabalho

Uberlândia une forças para ampliar a inclusão no trabalho

Projeto reúne 18 empresas, além da Prefeitura e do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência. Cidade tem 30 mil moradores com deficiência e 3.500 vagas a serem ocupadas por essa população, mas somente 800 estão preenchidas. Iniciativa já recebeu 1.200 inscrições, 20 trabalhadores foram contratados e há 300 processos seletivos em andamento. Participantes querem expandir ação para outras regiões do Brasil. Cadastro pode ser feito por aplicativo ou na página oficial do programa.

Luiz Alexandre Souza Ventura

22 de janeiro de 2020 | 10h33


Ouça essa reportagem com Audima no player acima ou acompanhe a tradução em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda.


Descrição da imagem #pracegover: Pessoa em uma cadeira de rodas passeio por um shopping center. Foto não mostra o rosto e nem identifica o gênero da pessoa. Crédito: Reprodução.


O programa Diversidade+ (diversidademais.com.br) reúne empresas e o poder público de Uberlândia, na região oeste de Minas Gerais, a 537 quilômetros de Belo Horizonte. Nasceu para tentar ampliar a presença de pessoas com deficiência no mercado de trabalho local, desafio de todos os municípios brasileiros, inclusive as principais metrópoles do País.

A cidade é referência em acessibilidade urbana, mas sua força de trabalho formada por pessoas com deficiência permanece na invisibilidade. “Uma das questões que surgiram antes de estruturamos a iniciativa foi justamente saber por que pessoas com deficiência, muitas delas qualificadas, não conseguiam entrar no mercado de trabalho”, afirma Eliane Melgaço, vice-presidente de gente do Grupo Algar, uma das empresas que idealizaram o projeto.

“Promovemos uma grande mobilização social envolvendo diversas instituições representativas de classes, traçamos uma estratégia para entender como podíamos atrair esses profissionais e identificar o que precisávamos mudar para encontrá-los da mesma forma como já fazíamos com qualquer outra vaga”, explica a executiva.

ESTRATÉGIA – Participam da ação 18 empresas, além da Prefeitura de Uberlândia e do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (COMPOD). Poder público, instituições e companhias estruturaram um programa para identificação das pessoas com deficiência da cidade.

Entre as ações estão divulgações constantes nas principais instituições públicas e privadas do município, além de propagandas em 50 ônibus da cidade. Também foram criados quatro canais de atendimento: quiosque, call center, um aplicativo (Android e iOS) e uma página na internet.

A meta é identificar as pessoas com deficiência, cadastrar meios de contato, detalhar a formação dessas pessoas, conhecer as qualificações e experiências profissionais para direcionar aos processos seletivos já abertos ou encaminhar para projetos de qualificação profissional.

As próprias pessoas com deficiência cadastradas no Diversidade+ ajudam a aprimorar essas plataformas de contato, especialmente o aplicativo. As empresas participantes estudam ampliar o programa para outras regiões do Brasil onde atuam.


LEIA TAMBÉM: Rondolópolis, uma cidade unida pela inclusão


CAPTAÇÃO E CONTRATAÇÃO – De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Uberlândia tem aproximadamente 30 mil moradores com deficiência. Segundo dados da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, 3.500 vagas de emprego formal devem ser preenchidas por trabalhadores com deficiência.

O projeto Diversidade+ contabilizou apenas 800 vagas ocupadas, recebeu 1.200 inscrições, já conseguiu a contratação mais 20 profissionais com deficiência e tem 300 processos seletivos em andamento. A expectativa é preencher 1.300 novos cargos em dois anos.

SEM RESTRIÇÕES – Todas as vagas abertas nas empresas entram na página do Diversidade+. Não há uma seleção exclusiva para pessoas com deficiência. Entre os segmentos estão saúde, tecnologia da informação, telecomunicações, agronegócio, construção civil, máquinas e equipamentos, em posições como advogado, desenvolvedor, analista contábil e supervisor de relacionamento.

Para receber nossas notícias direto em seu smartphone, basta incluir o número (11) 97611-6558 nos contatos e mandar a frase ‘VencerLimites’ pelo Whatsapp. VencerLimites.com.br é um espaço de notícias sobre o universo das pessoas com deficiência integrado ao portal Estadão. Nosso conteúdo também está acessível em Libras, com a solução Hand Talk, e áudio, com a ferramenta Audima. Todas as informações publicadas no blog, nas nossas redes sociais e enviadas pelo Whatsapp são verdadeiras, produzidas e divulgadas após checagem e comprovação. Compartilhe apenas informação de qualidade e jamais fortaleça as ‘fake news’. Se tiver dúvidas, verifique.


Mande mensagem, crítica ou sugestão para blogVencerLimites@gmail.com

Acompanhe o #blogVencerLimites nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram LinkedIn YouTube


Tendências: