Um filme para todas as pessoas com deficiência

Um filme para todas as pessoas com deficiência

'O Diário de Lidwina', produzido para contar histórias de pessoas que têm Esclerose Múltipla, é também o retrato da convivência com qualquer deficiência. Produção mostra a importância da informação e da empatia na relação com doenças raras, especialmente logo após o diagnóstico, além de destacar a urgência de políticas públicas para a saúde. Documentário de Leonardo Gâmbera e Daniel Moreno não usou nenhum centavo de dinheiro público, foi totalmente feito com patrocínio privado.

Luiz Alexandre Souza Ventura

29 de agosto de 2019 | 17h33


Ouça essa reportagem com Audima no player acima ou acompanhe a tradução em Libras com Hand Talk no botão azul à esquerda.


Descrição da imagem #pracegover: Foto da tela de abertura do documentário ‘O Diário de Lidwina’ mostra o nome do filme em letras brancas sobre um fundo de cor verde. Crédito: blog Vencer Limites.


No auditório do MISS (Museu da Imagem e do Som de Santos), no litoral sul de SP, um grupo de aproximadamente 50 pessoas grita “unidos somos fortes” para celebrar documentário ‘O Diário de Lidwina’. A sessão especial foi organizada pela ALSAPEM (Associação do Litoral Santista de Amigos e Portadores de Esclerose Múltipla).

O #blogVencerLimites acompanhou o evento a convite da associação Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME), que apoia o projeto junto com a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (ABEM), o Centro de Atendimento e Tratamento da Esclerose Múltipla da Especialidade de Neurologia da Santa Casa de São Paulo (CATEM), a Multiple Sclerosis International Federation (MSIF) e a própria ALSAPEM.

A produção do filme não usou nenhum centavo de dinheiro público. Tudo foi feito com recursos privados, patrocinado por Biogen, EMS, Merck, #MúltiplasRazões, Roche e Teva, além de uma campanha de financiamento coletivo.

Nesta sexta-feira, 30 de agosto, é celebrado o Dia Nacional de Conscientização sobre a Esclerose Múltipla. O Dia Mundial da Esclerose Múltipla é 30 de maio.



Lidwina Van Schiedam, holandesa que viveu entre 18/3/1380 e 14/4/1433, foi a primeira pessoa a registrar em detalhes, por escrito, os sintomas da doença ainda desconhecida, hoje identificada como Esclerose Múltipla, que ela enfrentou até a morte aos 53 anos. Canonizada em 1890 pelo Papa Leão XIII, é chamada atualmente de Santa Lidvina (ou Liduína).

A vida de Lidwina é a inspiração para as histórias contadas no documentário produzido e dirigido por Leonardo Gâmbera e Daniel Moreno. “É um mergulho no cotidiano de quem tem esclerose múltipla, mas que também mostra o envolvimento das famílias e dos médicos. É a observação do lado humano nesse dia a dia”, diz Gâmbera.

“Descobrimos as várias dimensões dessas pessoas. É fascinante, por exemplo, que duas personagens, amigos de muito tempo, tenham se tornado médico e paciente”, conta o diretor.

Gâmbera afirma que a repercussão sobre o filme entre as pessoas que têm Esclerose Múltipla foi bastante positiva, com muitos pedidos de exibição em várias partes do País. “Nós percebemos que, nesse universo, há uma carência de informação e de projetos culturais que mostrem de maneira mais ampla a doença”, comenta.

“O filme mostra essa desinformação. No primeiro momento, pessoas que descobrem ter a doença pensam que a vida acabou, mas isso está muito longe da verdade”, ressalta Daniel Moreno. “É uma comprovação de que existem muitas nuances, não apenas na esclerose múltipla, mas em todas as doenças raras”, completa o diretor.

A agenda de exibições do documentário ‘O Diário de Lidwina’ pode ser acompanhada na página https://www.facebook.com/odiariodelidwina/.



FICHA TÉCNICA:
Nome: ‘O Diário de Lidwina’
Inspirado em uma ideia original de Guilherme Olival
Formato: Documentário de longa-metragem (84min) que trata da relação entre as pessoas com Esclerose Múltipla e a sociedade, com base em relatos de pacientes, familiares e médicos.
Produzido por: HM-1 Produções Artísticas
Direção: Leonardo Gâmbera e Daniel Moreno
Direção de Fotografia: Adriano S. Barbuto
Câmera Adicional: Wilson Boni e Graciano Marquezelli Jr
Roteiro: Daniel Moreno
Montagem: Leonardo Gâmbera
Fotografia Still: Luciana Christovam e Lucimara Madureira
Elenco: Ana Maria Biscardi, Beatriz Arandas, Bruno Levy, Carla Tácito, Carolina Castilho, Charles Tilbery, Cláudia Rodrigues, Elisson Silva, Emiliana Pereira, Enedina Oliveira, Géraud Paillot, Guilherme Olival, Guilherme Martins, Gustavo San Martin, Maitê Lima, Nando Bolognesi, Peer Baneke, Rafaela Rizzo
Mixagem de Som: Pablo Homem de Mello
Consultoria Científica: Guilherme Olival
Apoio Cultural: CATEM, ABEM, MSIF, AME e ALSAPEM
Patrocínio: ROCHE, #Múltiplas Razões, EMS, MERCK, TEVA e BIOGEN

Para receber nossas notícias direto em seu smartphone, basta incluir o número (11) 97611-6558 nos contatos e mandar a frase ‘VencerLimites’ pelo Whatsapp. VencerLimites.com.br é um espaço de notícias sobre o universo das pessoas com deficiência integrado ao portal Estadão. Nosso conteúdo também está acessível em Libras, com a solução Hand Talk, e áudio, com a ferramenta Audima. Todas as informações publicadas no blog, nas nossas redes sociais e enviadas pelo Whatsapp são verdadeiras, produzidas e divulgadas após checagem e comprovação. Compartilhe apenas informação de qualidade e jamais fortaleça as ‘fake news’. Se tiver dúvidas, verifique.


Mande mensagem, crítica ou sugestão para blogVencerLimites@gmail.com

Acompanhe o #blogVencerLimites nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram LinkedIn YouTube


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: