Violência contra pessoas com deficiência

Violência contra pessoas com deficiência

No Estado de São Paulo, entre 2011 e 2014, o Disque Direitos Humanos (100) registrou quase oito mil denúncias de violência contra pessoas com deficiência. Em 72% dos casos, o agressor pertencia à família da vítima.

Luiz Alexandre Souza Ventura

26 de novembro de 2014 | 11h45

Curta Facebook.com/VencerLimites
Siga @LexVentura
Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com
O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A deficiência está entre os fatores que podem aumentar a exposição de uma pessoa a atos de violência, segundo a Organização Mundial de Saúde, ao lado da faixa etária, gênero e situação socioeconômica.

No Estado de São Paulo, entre 2011 e 2014, o Disque Direitos Humanos (100) registrou quase oito mil denúncias de violência contra pessoas com deficiência. Em 72% dos casos, o agressor pertencia à família da vítima. Conforme a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a negligência foi o tipo de violência mais recorrente (32%), seguido de violência psicológica (29%), violência física (20%), violência financeira (12%) e violência sexual (4%).

Esses e outros dados serão debatidos no seminário ‘Enfrentamento da Violência contra Pessoas com Deficiência’, realizado nos dias 27 e 28 de novembro, em São Paulo. As inscrições podem ser feitas pela internet.

O encontro integra as ações do Programa Estadual de Prevenção e Combate à Violência contra Pessoas com Deficiência que agrega estratégias de notificação e ampliação de dados, capacitação e disseminação de informações a agentes públicos e sociedade em geral, além de serviços de apoio a familiares e pessoas com deficiência para prevenir novos casos e a reincidência.

A Delegacia de Polícia da Pessoa com Deficiência fica na Rua Líbero Badaró, nº 39, no Centro de São Paulo, e tem entrada acessível pela Rua Francisco, 24. Atende, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, casos de discriminação e outros crimes em que a presença de deficiência caracterize agravante, tornando a vítima mais vulnerável. Também orienta sobre direitos e encaminha vítimas para serviços de proteção social. Os telefones são: (11) 3291-6776 e 3291-6920.

Agenda:
Seminário Estadual: Enfrentamento da Violência contra Pessoas com Deficiência
Data: 27 e 28 de novembro
Horário: a partir das 8h30
Local: Sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda/SP (ao lado das estações do Metrô e CPTM – Palmeiras Barra Funda)

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

 

Tudo o que sabemos sobre:

Pessoas com DeficiênciaViolência

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: